Pesquisa aponta que jovens preferem YouTube para assistir vídeos e não se importam com anúncios

ipadinternet

De acordo com uma nova pesquisa de entretenimento digital da empresa Defy Media, jovens consumidores preferem vídeo digital. A pesquisa aponta que 65% dos jovens entre 13 a 24 anos assistem vídeos logo no início do dia. Para 57% deles, esses vídeos elevam o humor, 61% dizem que aliviam o estresse, 60% confessam que é dessa forma que se mantem atualizados, 47% utilizam como forma de aprendizagem e 44% consideram ótimas ferramentas para acalmar antes de dormir.

YouTube é o preferido
85% dos entrevistados disseram que o YouTube é a plataforma para visualização de vídeo. Netflix está em segundo lugar com 66%. 62% afirmam que utilizam a TV e 53% o Facebook.

Redes sociais estão em ascensão
A visualização de vídeo em plataformas de mídia social continua a crescer. O Facebook, por exemplo, é usado principalmente por usuários mais jovens para o consumo de vídeo. Cerca de 60% dos entrevistados disseram que usam a plataforma para assistir vídeo contra os 40% que a usam para fins sociais. Segundo o relatório, o tempo gasto para assistir vídeos nessas plataformas foi de aproximadamente 12,1 horas por semana, o que supera a visualização de serviços de assinatura como o Netflix , Amazon e Hulu , que registrou em 8.8 horas semanais .

No ano passado, o relatório Defy revelou que 63% dos consumidores tentariam um produto ou marca recomendada por uma estrela do YouTube, contra 48% em uma estrela de TV / filme. “O público está aceitando cada vez mais à publicidade”, observou Andy Tu, vice-presidente executivo do Defy mídia de marketing. Esses consumidores estão “muito mais esclarecidos” sobre como suas estrelas digitais favoritas ganham dinheiro através dos anúncios. Uma pessoa entrevistada disse que excluiu os chamados adblockers porque ele queria apoiar a estrela e “não tirar dinheiro do seu bolso.”
Cerca de 63% dos entrevistados concordaram que as celebridades digitais precisam de anúncios em seus canais para ganhar a vida, e 58% disseram que não se importam assistindo anúncios para apoiá-los.

53% dos entrevistados disseram que não se importam com anúncios de 1 minuto, mas 80% ainda preferem comerciais de até 15 segundos. Cerca de 87% aprovam a colocação de produtos em um vídeo. Cerca de 89% disseram que uma introdução com um patrocinador da marca também não afeta ou interfere na visualização do vídeo. Ótima notícia para os publicitários, não é?!

Fonte: Mashable

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *