Blue Origin testa foguete que levará passageiros ao espaço

pouso

pouso

A empresa privada de voo espacial Blue Origin pousou o seu foguete New Shepard intencionalmente. A ideia era ver se o veículo pode manter as pessoas seguras em caso de algum acidente. O teste provou que sim. O CEO Jeff Bezos disse em um e-mail que a empresa recebeu bons resultados à partir desse pouso forçado, indicando que nenhum passageiro a bordo sofria algum tipo de dano.

The New Shepard é um foguete reutilizável da Blue Origin, projetado para levar seis passageiros para espaço onde podem experimentar alguns minutos de ausência de peso. Os passageiros se abrigariam dentro de uma cápsula de tripulação que fica no topo do foguete. Uma vez no espaço, o foguete e a equipe estariam em uma cápsula separada. A parte do foguete do veículo reacende seus motores para aterrizar na vertical em terra firme, enquanto a cápsula implanta paraquedas para desacelerar sua queda. A empresa ainda vai continuar testando o veículo até o final do ano, antes de iniciar os primeiros voos de teste tripulados do foguete no próximo ano. E aí, você toparia fazer uma viagem espacial?

Fonte: The Verge
Foto: Reprodução/ Blue Origin

NASA e Blue Origin vão levar mais tecnologia ao espaço

tecnologia-no-espaco

tecnologia-no-espacoA Blue Origin, empresa privada de voo espacial, dirigido pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos, estreitou sua parceria com a NASA para ajudar a transportar novas tecnologias para o espaço. Cargas foram colocadas no foguete New Shepard da Blue Origin, um veículo reutilizável projetado para viajar até 62 milhas acima da superfície da Terra. Essa nova parceria faz parte do programa de voo de oportunidades da NASA e é uma das iniciativas para ajudar a encontrar tecnologias espaciais emergentes.

O foguete da Blue Origin New Shepard é projetado principalmente para o transporte de clientes para o espaço sub-orbital, onde podem experimentar alguns minutos de ausência de peso. Depois de atingir a sua altura máxima, o foguete é projetado para cair de volta para a Terra e pousar em pé em terra firme. Até agora, a empresa já lançou e pousou o foguete com sucesso durante três viagens.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Blue Origin testará segurança do foguete reutilizável

foguete-reutilizavel

foguete-reutilizavel

Blue Origin está planejando o próximo voo de teste do seu foguete reutilizável New Shepard, mas o CEO Jeff Bezos já revelou o que pretendem: a cápsula sem tripulação, que fica no topo do foguete, vai bater propositalmente. “Nesta próxima missão pretendemos enfatizar a cápsula da tripulação de pouso com um pára-quedas para demonstrar a nossa capacidade de lidar com segurança”, comentou em comunicado.

O New Shepard é o foguete carro-chefe da empresa, já que eles têm intenção de utilizar esses modelos para enviar turistas ao espaço à partir de 2018. O SEO também escreveu que a empresa irá “executar manobras adicionais tanto na cápsula de tripulação e o booster”, a fim de saber mais sobre como eles se comportam em diferentes condições. “Um dos princípios fundamentais da Blue Origin é que o veículo seja o mais seguro possível”, comentou. “Cada missão sucessiva nos oferece a oportunidade de aprender e melhorar nossos veículos e sua modelagem.”

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Empresa de Jeff Bezos planeja testar voos espaciais tripulados em 2017

newshepard

A Blue Origin, empresa privada que desenvolve veículos e tecnologia focada em viagens espaciais, planeja iniciar voos de teste com pessoas já em 2017. Essa informação foi passada para a imprensa por ninguém menos que o dono da empresa,  Jeff Bezos, bilionário fundador da Amazon.

Bezos afirmou que quantidade de pessoas que já demonstraram interesse em fazer voos suborbitais com a sua empresa está na casa dos milhares. Segundo ele, caso os testes com pilotos tenham sucesso, já em 2018 os voos comerciais serão inaugurados.

A empresa não revelou o quanto vai cobrar para levar seus passageiros a uma distância de 100 km da Terra, o suficiente para os turistas sentirem a ausência da gravidade e verem a escuridão do espaço. A Virgin Galactic, empresa do bilionário Richard Branson, vai cobrar US$ 250 mil por voo e declara ter 700 pessoas cadastradas em sua lista de espera. Entre os futuros passageiros estão Justin Bieber e Stephen Hawking.

Fundada há 15 anos, a Blue Origin tem atualmente 600 funcionários. A empresa já lançou duas vezes e trouxe de volta com segurança sua nave New Sheppard que é composta por dois módulos totalmente reutilizáveis: a capsula com capacidade para 6 astronautas e o foguete. A empresa planeja construir seis espaçonaves iguais as que estão sendo testadas.