Avião movido a energia solar completa viagem de volta ao mundo

aviao-energia-solar

aviao-energia-solar

O Solar Impulse 2 completou sua viagem ao redor do mundo. O avião movido a energia solar aterrizou novamente em Abu Dhabi na noite passada, pouco mais de dois dias após decolar do Cairo na noite de 23 de julho , completando a etapa final da sua longa jornada . A embarcação gastou um total de 505 horas – mais de 23 dias – no ar , parando em aeroportos de toda a Europa , América do Norte e Ásia.

 

Esse avião é mais largo do que um Boeing 747, com uma envergadura de 72 metros (236 pés) , mas oferece aos seus pilotos algum conforto. Os co-fundadores da Solar Impulse, Piccard e Borschberg disseram que esse projeto tem como objetivo comprovar “que as tecnologias limpas podem conseguir o impossível”. Em entrevista ao The Guardian, a viagem “não foi apenas a primeiro na história da aviação, mas também a primeira vez na história da energia“.

Fonte: The Verge
Fotos: Reprodução/Youtube

Avião movido a energia solar voou com sucesso ao redor do mundo

aviao-movido-energia-solar

aviao-movido-energia-solar

A Solar Impulse 2, aeronave movida à energia solar, está quase finalizando a viagem ao redor do mundo. Após partir do aeroporto de Sevilha, na Espanha, voou aproximadamente 50 horas e 30 minutos até pousar na cidade do Cairo, no Egito.
O previsto é que a viagem termine em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Durante o projeto, os voos puderam ser acompanhados no site da equipe da Solar Impulse e muitos leitores desejavam sucesso durante a empreitada.

As asas possuem 17.248 células solares que são capazes de armazenar energia para repassar aos motores elétricos que fazem as hélices se moverem. Com uma velocidade média de 75 km/h, o avião passou por vários lugares ao redor do mundo.

Fonte: TecMundo
Foto: Reprodução

Avião movido a energia solar dará volta ao mundo

aviao-energia-solar

aviao-energia-solar

O Solar Impulse 2, avião movido a energia solar, chegou à Nova York nas primeiras horas da manhã de sábado e desembarcou no Aeroporto Internacional John F. Kennedy após quatro horas e 41 minutos de voo da Pensilvânia .”Recebemos respostas muito positivas e animadoras durante a nossa viagem através dos Estados Unidos porque é um país de pioneiros e exploradores “, disse Bertrand Piccard , co- fundador do projeto.

Solar Impulse 2 inicialmente começou a sua viagem ao redor do mundo em março 2015, decolando de Abu Dhabi e fazendo paradas em Omã, Índia, Myanmar, China e Japão antes de voar para o Havaí. A bateria do avião foi danificado durante a sua viagem, obrigando os pilotos a suspenderem sua viagem até abril, quando Piccard decolou do Havaí para uma viagem de três dias para o continente. Desde sua chegada na Califórnia, Piccard e Borschberg pilotaram o avião com apenas quatro paradas antes de chegar em Nova Iorque.

O que tudo indica é que o avião continuará a sua viagem ao redor do mundo, voando sobre o Oceano Atlântico ao Norte da África ou na Europa antes de retornar para Abu Dhabi.

Fonte: Mashable

Barco movido a energia solar vai atravessar oceano

navio-energia-solar

navio-energia-solar

O barco robótico “Voyager Solar” foi construído por dois amigos e será o primeiro navio movido a energia solar projetado para atravessar o oceano.

Isaac Penny e Christopher Sam Soon construíram o barco do zero, com apenas painéis solares e algumas peças do motor padrão tiradas da prateleira. O barco de 18 pés está lentamente fazendo o seu caminho entre os pontos de GPS e, se tudo correr bem, deve chegar a Portugal em breve.

Ao longo dos últimos quatro anos, o barco evoluiu à partir de um caiaque de plástico improvisado a um casco de alumínio personalizado com propulsão. Com uma matriz 280-watt solar, uma hélice resistente ao entupimento e revestimento durável, passou por vários testes antes de ser colocado ao mar. “Nós sempre pensamos sobre energia solar como alternativa”, disse Penny.

Você poderá acompanhar o progresso da Voyager Solar no site do projeto que atualiza a localização e as estatísticas vitais a cada 15 minutos.

Fonte: Techcrunch
Foto: Reprodução

Cientistas criam painéis capazes de produzir 20x mais energia do que os convencionais

painel-energia-solar

painel-energia-solar

Cientistas do MIT ( Instituto de Tecnologia de Massachussets) produziram painéis solares capazes de rastrear o movimento do sol com o objetivo de captar uma quantidade de energia maior em relação aos painéis convencionais. Foram construídas torres verticais para que o painel pudesse acompanhar os movimentos solares com mais eficiência.

O design também influencia no aumento da produção de energia, já que os painéis são impressos em 3D. Por mais que o valor seja maior em relação aos modelos planos, os pesquisadores afirmam que esse novo modelo terá mais ganhos e superará o custo de produção.

Para os cientistas, o valor desse novo projeto é possível graças a drástica queda no custo dos painéis solares durante a última década. “Até 10 anos atrás, essa ideia não teria sido justificada economicamente porque os módulos teriam um custo alto”, disse Jeffrey Grossman responsável por liderar o estudo. Ele ainda acrescenta que “o custo para células de silício é uma fração do custo total, uma tendência que vai continuar baixa em um futuro próximo”.

*Foto: FreeImages/Patrick Moore