Pesquisadores estudam lesma do mar para construção de robô vivo

lesma-do-mar-robo

lesma-do-mar-robo

Cientistas projetaram um robô que usa músculos à partir da boca de uma lesma do mar ligado a componentes 3D impressos para se movimentar. Usando células musculares em vez de peças mecânicas, o mini-robô será capaz de andar 0,43 centímetros por minuto. “Estamos construindo uma máquina viva”, disse a estudante do Western Reserve PhD, Victoria Webster, em um comunicado de imprensa.

As células musculares foram retiradas da boca do Aplysia californica, uma lesma do mar também conhecida como a lebre de mar californiano. Os investigadores escolheram o material porque o animal é conhecido pela sua tenacidade. A lebre do mar pode sobreviver em uma variedade de temperaturas e salinidade da água, e fica no fundo do oceano e piscinas rasas. “Estamos criando um robô que pode gerenciar tarefas diferentes do que um animal ou um robô puramente artificial poderia”, disse Roger Quinn, diretor do Laboratório de Robótica da Case Western Reserve.

Fonte: The Verge
Foto: Victoria Webster