Equipamento reutilizável pode ajudar na eliminação de lixo espacial

foguete-reutilizavel

teste-com-fogueteA velocidade com que os lixos espaciais viajam podem causar sérios danos à Estação Espacial Internacional. Já noticiamos que detritos espaciais bateram em uma das janelas da estação em algumas semanas atrás. Por isso, a Airbus projetou o Zephyr, um veículo Aéreo não tripulado, reutilizável e capaz de permanecer no espaço o tempo necessário.

Movido 100% a energia solar, pode alcançar uma altitude de 20 km, além de carregar uma gama de equipamentos para que atue como
um satélite. Voos de teste já foram realizados e provaram o potencial do Zephyr. Agora, a empresa pretende realizar novos testes para colocar o aparelho na atmosfera.

Fonte: Geek.com
Foto: FreeImages

NASA e Blue Origin vão levar mais tecnologia ao espaço

tecnologia-no-espaco

tecnologia-no-espacoA Blue Origin, empresa privada de voo espacial, dirigido pelo fundador da Amazon, Jeff Bezos, estreitou sua parceria com a NASA para ajudar a transportar novas tecnologias para o espaço. Cargas foram colocadas no foguete New Shepard da Blue Origin, um veículo reutilizável projetado para viajar até 62 milhas acima da superfície da Terra. Essa nova parceria faz parte do programa de voo de oportunidades da NASA e é uma das iniciativas para ajudar a encontrar tecnologias espaciais emergentes.

O foguete da Blue Origin New Shepard é projetado principalmente para o transporte de clientes para o espaço sub-orbital, onde podem experimentar alguns minutos de ausência de peso. Depois de atingir a sua altura máxima, o foguete é projetado para cair de volta para a Terra e pousar em pé em terra firme. Até agora, a empresa já lançou e pousou o foguete com sucesso durante três viagens.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Blue Origin testará segurança do foguete reutilizável

foguete-reutilizavel

foguete-reutilizavel

Blue Origin está planejando o próximo voo de teste do seu foguete reutilizável New Shepard, mas o CEO Jeff Bezos já revelou o que pretendem: a cápsula sem tripulação, que fica no topo do foguete, vai bater propositalmente. “Nesta próxima missão pretendemos enfatizar a cápsula da tripulação de pouso com um pára-quedas para demonstrar a nossa capacidade de lidar com segurança”, comentou em comunicado.

O New Shepard é o foguete carro-chefe da empresa, já que eles têm intenção de utilizar esses modelos para enviar turistas ao espaço à partir de 2018. O SEO também escreveu que a empresa irá “executar manobras adicionais tanto na cápsula de tripulação e o booster”, a fim de saber mais sobre como eles se comportam em diferentes condições. “Um dos princípios fundamentais da Blue Origin é que o veículo seja o mais seguro possível”, comentou. “Cada missão sucessiva nos oferece a oportunidade de aprender e melhorar nossos veículos e sua modelagem.”

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Índia quer investir em transportes espaciais reutilizáveis

india-lancamento de foguete reutilizavek

india-lancamento de foguete reutilizavek

A agência espacial indiana lançou com sucesso um mini- modelo de transporte reutilizável ​​para o espaço, marcando um desenvolvimento importante no seu programa espacial de baixo custo. Um protótipo não tripulado do reutilizável Veículo de Lançamento ( RLV -TD ) alcançou uma altitude de 43 milhas antes de retornar à Terra. A Organização de Pesquisa Espacial Indiana ( ISRO ) anunciou que o lançamento foi bem-sucedido.

O RLV -TD estava sendo desenvolvido há mais de 10 anos , com um orçamento relatado de apenas US$ 14 milhões. O modelo de 7 metros (23 pés) é cerca de seis vezes menor do que a versão final, que a ISRO pretende lançar daqui hpa 10 anos. O protótipo de 1,75 toneladas não é esperado para sobreviver ao voo de teste, mas pode ser funcional na coleta de dados sobre a navegação autônoma , escoamento hipersônico e gestão de reentrada, de acordo com a ISRO .

As agências espaciais da Europa, Japão e Rússia estão desenvolvendo nova tecnologia de transporte reutilizável com o objetivo de poupar custos e recursos, assim como a SpaceX e Blue Origin. A Índia investiu fortemente em seu programa espacial de baixo custo, com o primeiro- ministro Narendra Modi dizendo que o país poderia tornar-se um líder no fornecimento de tecnologia de voos espaciais. Em 2014 , a Índia tornou-se o primeiro país asiático a colocar uma nave espacial em órbita de Marte com um custo aproximado de US$ 74 milhões.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Foguetes reutilizáveis são testados sem tripulação

foguetes-reutilizaveis

foguetes-reutilizaveisA empresa Blue Origin lançou com sucesso um foguete reutilizável pela terceira vez consecutiva. A nave subiu a uma altura de 339,138 pés ou 103,369 metros antes de voltar para a Terra.

O foguete New Shepard é capaz de transportar seis passageiros para o espaço, embora os testes até agora têm sido não tripulados – Blue Origin quer começar a testar voos com tripulantes em 2017.

Foguetes reutilizáveis ​​são cruciais para a próxima fase da exploração do espaço: as empresas comerciais, incluindo a Blue Origin e SpaceX de Elon Musk , querem manter os custos gerenciáveis ​​para as suas missões de turismo espacial usando a mesma sonda. A SpaceX, por exemplo, já pousou com sucesso seu foguete em terra firme.

Enquanto New Shepard teve mais sucesso no lançamento e aterrizagem, a Falcon 9 é maior, mais potente e capaz de levar passageiros em órbita.

Foto: FreeImages/Mike Gieson
Fonte: TechRadar