Microsoft X Apple: novo anúncio do Surface Pro 4 zomba do iPad Pro

Surface_Pro4

Surface_Pro4_anuncioMais um pequeno capítulo na história das provocações entre as gigantes Apple e Microsoft. Foi lançado hoje um anúncio do poderoso tablet Surface Pro 4, da Microsoft, em que a assistente virtual do Windows, a Cortana, conversa com a Siri, assistente do MacOS.

O comercial faz referência a um anúncio do iPad Pro, lançado semanas atrás, que promovia a ideia de que ele poderia substituir um computador. Na peça da Microsoft, a Cortana deixa a Siri sem jeito ao perguntar sobre os recursos do iPad.
Confira abaixo o comercial do Surface Pro 4 e o do iPad Pro e tire suas conclusões (acione as legendas para facilitar).

Minecraft disponível em realidade virtual no Oculus Rift

minecraft_oculus_rift

minecraft_oculus_rift_01A Mojang, empresa da Microsoft responsável pelo game Minecraft, anunciou hoje uma versão do jogo para o headset de realidade virtual Oculus Rift (propriedade do Facebook). O usuário vai poder entrar no universo de blocos que caracteriza o visual do game e interargir como se estivesse mesmo dentro dele. Segundo Mike McGrath, um dos desenvolvedores, a experiência é totalmente nova, até para os jogadores mais veteranos de Minecraft. Todos que têm o game instalado no computador, na versão do Windows 10, estão aptos a fazer o upgrade para a versão VR. Obviamente, além do Minecraft no computador, é preciso ter o Oculus Rift, que custa US$ 600. Não é a primeira versão compatível com realidade virtual: em abril a Mojang lançou uma edição para o headset Samsung Gear – mas apenas com os recursos da Pocket Edition.

Novo PS4 Neo: setembro é a data

ps4

ps4

Crescem os rumores de que a Sony vai anunciar a nova versão do Playstation 4 antes da Tokyo Game Show, que acontece de 15 a 18 de setembro. Segundo o site francês Gameblog e o site de notícias Vice, o anúncio do novo modelo, com maior capacidade de processamento e capaz de reproduzir vídeos em 4K, foi antecipado para enfrentar a concorrência da Nintendo, que vai lançar o console Nintendo NX, e da Microsoft, que além de ter acabado de colocar no mercado o Xbox One S, de 2TB, já anunciou o Xbox Scorpio.

Novo cabo submarino envia dados em até 60 terabits por segundo

base-marinha-fundo-do-mar-chines

base-marinha-fundo-do-mar-chines

A Microsoft e Facebook se uniram para construir um cabo submarino de alta velocidade que liga os EUA e a Europa. Com objetivo de aumentar a velocidade da Internet e oferecer mais serviços para o Japão, o Google anunciou que ajudou a financiar um cabo de fibra óptica superlonga que atravessa o oceano e que a previsão para instalação e funcionamento é de apenas 1 semana.

O cabo pode transmitir até 60 terabits por segundo, dos quais 10 Tbps são alocados especificamente para o Google. Esse tipo de largura de banda torna este o cabo submarino o maior de capacidade do mundo e trará as taxas de dados mais rapidamente entre os dois países.

Fonte: Mashable
Foto: Pixabay

Gigantes da rede social se unem para combater discursos de ódio e terrorismo

mobile-phone-426559_960_720

mobile-phone-426559_960_720

Facebook, Twitter, Microsoft e YouTube concordaram em regulamentos europeus que os obrigam a rever “a maioria dos” conteúdos online categorizados como ofensivos dentro de 24 horas a contar da notificação – e para removê-lo, se necessário – como parte de um novo código “de conduta “destinado a lutar contra o discurso de ódio e propaganda terrorista em toda a União Europeia. As novas regras foram anunciadas pela Comissão Europeia que também obrigam as empresas de tecnologia identificarem e promoverem ações contra “narrativas independentes” para o discurso do ódio e propaganda publicada online.

Incitação ao ódio e propaganda tornaram-se uma grande preocupação para os governos europeus após os ataques terroristas em Bruxelas e Paris, e em meio à crise de refugiados em curso, que tem inflamado as tensões raciais em alguns países. Facebook tem trabalhado com o governo alemão para combater de forma mais proativa os conteúdos racistas ou xenófobicos, depois de enfrentar críticas iniciais do ministro da Justiça do país. Facebook, Twitter e Google também já concordaram em remover o discurso do ódio de suas plataformas dentro de 24 horas na Alemanha. “Os recentes ataques terroristas nos lembraram da necessidade urgente de tratar o discurso de ódio online ilegal”, comentou Vera Jourová, comissária da UE para a Justiça.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Facebook e Microsoft investem em cabo de Internet submarino com capacidade de 160 terabit por segundo

cabo-de-internet-submarino

cabo-de-internet-submarino

Facebook e Microsoft anunciaram uma parceria para colocar o cabo de internet submarino com capacidade de cruzar o Oceano Atlântico, começando com hubs de conexão Northern Virginia para Bilbao, Espanha. O cabo, chamado de “MAREA” terá 160 terabit por segundo e vai esticar mais de 4.100 milhas de oceano em um sistema de cabos submarinos. A construção está prevista para começar em agosto deste ano com previsão de finalização em outubro de 2017.

“A fim de melhor servir nossos clientes e fornecer o tipo de conectividade confiável e de baixa latência que merecem, estamos investindo em maneiras novas e inovadoras para melhorar continuamente tanto o Microsoft Cloud e a infra-estrutura global de internet”, disse Frank Rey, diretor de aquisição de rede global da da Microsoft. “Isso marca um novo passo importante na construção da infra-estrutura de próxima geração da Internet.”

Investir em cabos submarinos não é uma nova tendência. As empresas de tecnologia têm feito investimentos consideráveis ​​em infra-estrutura de rede global por anos, começando com servidores e centros de dados como também operações submarinas em grande escala. Embora este novo acordo envolve apenas Facebook e Microsoft, o Google tem investido em dois cabos submarinos que se estendem desde os EUA para o Japão, América do Sul e outras partes da Ásia.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Projeto da Microsoft para gamers é desfeito. Entenda

gamers

gamers

A Microsoft removeu Projeto Centelha do Xbox Marketplace e Windows Store e os usuários existentes da ferramenta não serão capazes de usá-lo a partir de 12 de agosto. “Esta foi uma decisão extremamente difícil para nossa equipe”, diz Thomas Gratz, gerente de projeto da comunidade faísca da Microsoft.

A empresa disse que o projeto “não é viável” para manter instalado e funcionando com atualizações e correções de bugs. A Microsoft pretendia usar a ferramenta para permitir que os desenvolvedores, entusiastas e gamers construíssem um jogo dentro de um jogo que é executado em PCs, tablets e consolas Xbox. Os jogadores podiam construir mundos feitos sob encomenda, personagens e animações à partir do Xbox One, e continuar a edição ou jogá-los em um PC com Windows. É similar ao conceito de LittleBigPlanet da Sony, mas o esforço da Microsoft claramente não era popular o suficiente. Microsoft estará oferecendo créditos aos jogadores que compraram.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Pentágono vai atualizar seus 4 milhões de PCs com o Windows 10

windows-10-logo

O Secretário de Defesa dos Estados Unidos Ash Carter ordenou que os 4 milhões de PCs do Pentágono sejam atualizados para o Windows 10 nos próximos 12 meses. Isso coloca o departamento de defesa americano como o maior cliente do Windows 10 até o momento.

O anúncio representa muito para a Microsoft dado a complexidade de venda para a agência de segurança americana tanto em termos de custo como especificações técnicas. “A Microsoft agora pode argumentar com seus clientes que se o Pentágono pode fazer o upgrade de todos os seus 4 milhões de computadores para o Windows 10 em um ano, o que impediria sua empresa de fazê-lo?” disse Bob O’Donnell, Analista da Microsoft.

O prazo para instalação é bastante agressivo não só por conta da quantidade de computadores envolvida mas também por outras dificuldades como o perfil de aplicações utilizadas nesses computadores como também o local onde esses computadores estão instalados: submarinos, aviões, campos de batalha, etc.

Fonte: money.cnn.com

Bill Gates acredita que a miséria pode ser eliminada até 2030

No dia 20 de janeiro, o fundador da Microsoft, Bill Gates, publicou um artigo onde ele deixa claro que para ele a miséria, que assola diversos lugares, pode ser extinta até 2030. Além disso ele acredita que meios e métodos surgirão para ajudar as pessoas de países mais pobres. O artigo veio em reflexo ao Global Goals, que são metas estipuladas e assinadas por 193 países em setembro de 2015.

Para ele são necessários três passos para mudar a atual situação e chegar próximo de dar fim a miséria. O primeiro é o apoio a instituições que dedicam seu tempo a levar atendimento médico a países com deficiência nesse setor. Já o segundo é dar mais poder e espaço para mulheres e meninas. Por fim, ele acredita que medidas tecnológicas devem ser tomadas para ajudar os necessitados, levando desenvolvimento e novas criações que possam ajudar as pessoas.

Com esses três pontos e dobrando o investimento em saúde até 2020, Bill Gates afirma que as metas definidas no Global Goals podem ser alcançadas sem nenhum problema.

Microsoft cria despertador com desafios

Acordar pela manhã não é tarefa fácil para a maioria das pessoas. Muitos perdem o horário devido aos diversos “5 minutinhos”. Pensando nisso a Microsoft desenvolveu um aplicativo para fazer qualquer um sair da cama.

Com o nome de Mimicker Alarm, o despertador utiliza de desafios para manter o usuário acordado. O primeiro deles é o Express Yourself, onde você deve tirar uma selfie realizando o humor pedido. O segundo é o Color Capture, onde você deve tirar a foto de algo com a cor que o app decide. Por fim, vêm o Tongue Twister, onde a pessoa deve falar um trava língua sem errar.

Ele funciona da seguinte maneira: Após o alarme tocar, você tem duas opções: Clicar em “Cochilar” ou fazer o desafio. Caso clique na “Soneca” o aplicativo te dará mais 5 minutos, do contrário um dos desafios será ativado e você deverá realizar em 30 segundos. Caso não faça, o aplicativo entende que você voltou a dormir e desperta novamente.

O aplicativo ainda não está disponível no Brasil e vale lembrar que ele é exclusivo para Android até o momento.

Fonte: Microsoft Fire Hose