Pesquisa com partículas de carbono negro pode ajudar na redução de poluição no ar

qualidade-do-ar

qualidade-do-ar

Partículas de carbono negro são compostos de carbono puro formadas pela combustão incompleta de combustíveis fósseis, biocombustíveis, e biomassa. Quando elas estão suspensas na atmosfera, estas partículas podem misturar com outros aerossóis e absorver a luz solar direta. Assim, uma vez no ar, essas partículas podem influenciar na qualidade do ar e impactar no clima.

Uma equipe internacional de cientistas desenvolveu uma câmara ambiental que lhes permitiu estudar a evolução das propriedades do carbono negro na atmosfera. Eles testaram sua nova técnica sobre a poluição nas cidades dos EUA e China.

Com a pesquisa, os cientistas acreditam que o carbono negro cresce mais rapidamente em Pequim por causa dos níveis de poluição mais elevados. Durante as medições, as concentrações de xileno e tolueno ambiente (dois solventes orgânicos) ultrapassaram os 10 ppb na China, que foi significativamente maior do que em Houston. Eles também descobriram que as contribuições de espécies orgânico e inorgânico (sulfato e nitrato) para a massa de carbono negro oscilou em Pequim.

Este estudo revelou ainda que a capacidade de carbono negro para aquecer a atmosfera através de absorção de luz é influenciada pelo envelhecimento da partícula e a poluição, o que contribui para má qualidade do ar e clima. Por isso, fica claro que é necessário a redução dessas partículas para termos uma melhora no ar para aumentarmos a qualidade de vida.

Fonte: Ars Technica
Foto: FreeImages/M y

Pesquisa revela como será o mundo em 2064

mundo-em-2064

mundo-em-2064

Pesquisa feita pela Pew Research mostrou as perspectivas das pessoas em relação a como será o mundo em 2064. 81% dos pesquisados acreditam que órgãos para transplante já serão cultivados em laboratórios especiais, 39% apontam que cientistas já terão fabricado o teletransporte e 33% dizem que a humanidade terá colônias espaciais.

Mas, e você? Quais serão suas apostas? Comente com a gente! 😉