Os 15 apps mais usados nos EUA em julho

pokemon-go-ranks_reference

pokemon-go-ranks_referenceRelatório da empresa comScore, especializada em estatísticas sobre uso de dispositivos eletrônicos nos EUA, mostra que o Facebook continua reinando absoluto entre os apps mais usados pelos americanos. A mais recente medição da comScore, fechada em julho, mostra o app da rede social em primeiro lugar, seguido de perto pelo Facebook Messenger.

Na sequência, o Google emplaca 5 apps (YouTube, Google Maps, Google Search, Google Play e Gmail?), da terceira à sétima posição do ranking.

A grande novidade é o game Pokémon Go, o 13° app da lista. Logo no seu mês de lançamento, o jogo conseguiu ser mais utilizado do que o Snapchat. Será que os monstrinhos japoneses têm fôlego para ir mais longe?

Novo projeto do Youtube pretende revolucionar publicações de usuários

youtube-atualizacao

youtube-atualizacao

Uma matéria do VentureBeat sugere que o Youtube planeja criar funções que permitem que os usuários possam compartilhar vídeos, imagens, textos e enquetes, ficando cada vez mais parecido como uma rede social tradicional.

O projeto foi batizado de Backstage e tem como objetivo criar um mural onde as pessoas que possuem uma conta possam postar fotos, textos e claro, os vídeos. Os posts também poderiam ser sincronizados com o Facebook.

Outra função pretendida também são os famosos vídeos instantâneos, semelhantes ao Snapchat, que seriam apagados em algum período de tempo. De acordo com o The Next Web, esse projeto seria uma maneira de atrair usuários das outras redes sociais, já que o Facebook, por exemplo, tem investido bastante em conteúdo por vídeo.

Foto: Reprodução/Youtube

Youtube lança novo recurso de download para usuários na Índia

T-46

T-46

YouTube pretende introduzir um novo recurso de ‘Smart off-line‘ na Índia para fazer download de vídeos de forma rentável. Os usuários agora podem agendar downloads de vídeo durante a noite, quando os dados móveis estão mais baratos.

As taxas de dados na Índia continuam a ser elevadas e através deste movimento, o YouTube acredita que poderá ter mais usuários na plataforma. “Esperamos que vocês gostem desta forma mais acessível e conveniente de tomar vídeos off-line, e continuar assistindo YouTube sempre que quiser”, disse um post no blog indiano.

O recurso ‘Smart offline’ não funciona com Wi-Fi, mas apenas para conexões de dados celulares. Por agora, os assinantes de operadoras Airtel e Telenor terão acesso ao recurso. Por exemplo, os usuários pré-pagos Airtel podem aproveitar da oferta Happy Hours que oferece aos usuários 50% dos dados consumidos para downloads no aplicativo programados. Para fazer download de um vídeo desta forma, os usuários podem selecionar a opção durante a noite e salvar. O vídeo será automaticamente transferido durante a noite e pronto para visualização sob a categoria vídeos gravados na parte da manhã. O novo recurso é mais uma tentativa pelo YouTube para se adaptar à Internet lenta e cara da Índia.

Gigantes da rede social se unem para combater discursos de ódio e terrorismo

mobile-phone-426559_960_720

mobile-phone-426559_960_720

Facebook, Twitter, Microsoft e YouTube concordaram em regulamentos europeus que os obrigam a rever “a maioria dos” conteúdos online categorizados como ofensivos dentro de 24 horas a contar da notificação – e para removê-lo, se necessário – como parte de um novo código “de conduta “destinado a lutar contra o discurso de ódio e propaganda terrorista em toda a União Europeia. As novas regras foram anunciadas pela Comissão Europeia que também obrigam as empresas de tecnologia identificarem e promoverem ações contra “narrativas independentes” para o discurso do ódio e propaganda publicada online.

Incitação ao ódio e propaganda tornaram-se uma grande preocupação para os governos europeus após os ataques terroristas em Bruxelas e Paris, e em meio à crise de refugiados em curso, que tem inflamado as tensões raciais em alguns países. Facebook tem trabalhado com o governo alemão para combater de forma mais proativa os conteúdos racistas ou xenófobicos, depois de enfrentar críticas iniciais do ministro da Justiça do país. Facebook, Twitter e Google também já concordaram em remover o discurso do ódio de suas plataformas dentro de 24 horas na Alemanha. “Os recentes ataques terroristas nos lembraram da necessidade urgente de tratar o discurso de ódio online ilegal”, comentou Vera Jourová, comissária da UE para a Justiça.

Fonte: The Verge
Foto: Pixabay

Youtube cria equipe para diminuir erros em punições por violação de direitos autorais

youtubeviolacao

Nas últimas semanas alguns canais populares do Youtube tiveram vídeos removidos por aparente violação de direitos autorais. Os responsáveis pelos canais reagiram afirmando que todas as diretrizes da plataforma foram seguidas e mesmo assim conteúdo legal foi retirado do ar.  Alguns canais, como a @GradeAunderA e @ChannelAwesome, chegaram a publicar vídeos mostrando violações claras de diretrizes que não foram punidas pela plataforma.

Em resposta a toda polêmica, o Youtube anunciou a criação de um novo time com o objetivo de minimizar punições indevidas referentes à violação de direitos autorais. Com a criação de uma equipe humana, a empresa espera que diminuam as punições indevidas e que a qualidade das ações seja melhorada. A empresa deve ainda nos próximos meses tomar ações para reforçar a comunicação entre os criadores de conteúdo e o suporte do Youtube.

Em post no Twitter a CEO do Youtube, Susan Wojcicki, agradeceu aos youtubers pelo feedback e afirmou que estão atentos.

Em um post no fórum de suporte do YouTube , um membro da equipe identificado apenas como “Spencer” revelou que não só o YouTube está ciente do problema como estão trabalhando na criação de uma equipe humana que irá apreciar os recursos referentes a punições indevidas.

Fã de X-men recria Cérebro na Unreal Engine 4

Diversos personagens são recriados na Unreal Engine 4. Projetos de Pokémons, Mega Man, Mario, Sonic e diversos outros podem ser encontrados no YouTube. Dessa vez, um estudante de animação e fã de X-men chamado de MoebiusCammy, recriou o aparelho utilizado pelo professor Xavier para encontrar os mutantes, o Cérebro. Ele compartilhou sua criação no fórum Polycount e gravou um vídeo onde podemos ver a sala rica em detalhes, parecendo de verdade.

Confira o vídeo a seguir com a criação do rapaz:

IBM compra serviço de stream Ustream

Diversos serviços de streaming vêm surgindo após a popularização dos mesmos. Com o crescimento da Twitch, voltada para games e com uma linguagem mais descontraída, Youtube e Azubu entraram no mercado para competir nesse tipo de live stream. Entretanto no mundo dos negócios outras plataformas ganharam destaque, como é o caso do Ustream.

Em uma negociação com valores que podem ter chegado aos 130 milhões de dólares, não se sabe o valor exato, a IBM, gigante de informática, comprou o serviço. Entretanto as empresas já são velhas conhecidas, tendo feito parcerias no passado.

Com uma empresa de grande porte, como é o caso da IBM, pode ser que o serviço de stream no âmbito dos negócios seja dominado pelo Ustream, ficando atrás apenas dos serviços mais descontraídos. Para ampliar as funcionalidades da plataforma, ela será combinada com Asperta, Clearsafe e Clearleap para criar o serviço de vídeo em nuvem da IBM.

Fonte: Tecmundo